domingo, 25 de outubro de 2009

NÃO PODEMOS ESCOLHER AS COISAS QUE ACONTECEM


Nenhum de nós pode escolher as coisas que nos acontecem, algumas boas, outras más.
Mas todos nós podemos escolher nossa resposta às coisas que nos acontecem.
Você não é prisioneiro das reações.

Algumas pessoas dizem que são muito "sensíveis", que se magoam facilmente,
que se decepcionam com amigos, colegas e família e com aquilo que outros dizem ou fazem.
Tais pessoas, que se dizem "muito sensíveis" na verdade não têm muita sensibilidade.
Pessoas sensíveis (por definição) são capazes de obter uma gama maior de informações sensoriais
e emocionais vindas de outros e, portanto, geralmente são muito mais compreensivas,
calmas e raramente se desapontam com os comportamentos alheios, exatamente porque
sua sensibilidade aguçada mostra mais do que as aparências, evitando que se desapontem.
Além disso, pessoas sensíveis jamais dizem que são sensíveis.

Então o que são aquelas pessoas que a todo momento se definem como sensíveis,
que ficam deprimidas por razões aparentemente pequenas e cujos dias são destruídos por uma
advertência do chefe, por uma crítica dos colegas, por uma frase mal construída de um membro da família?

Elas não são sensíveis?...

Não. Tais pessoas são reativas - o contrário de sensíveis. Pessoas reativas não pensam.
Ou melhor, pensam que pensam, quando somente reagem emocionalmente a qualquer coisa,
sem refletir, sem controlar, sem observar o todo, como crianças.
Todos nós somos reativos, vez ou outra, mas conforme amadurecemos nos tornamos menos
reativos e mais sensíveis, já que escolhemos nossas respostas.
Quando somos crianças, simplesmente reagimos (o que é natural), por isso adultos reativos são,
normalmente, acusados de um comportamento infantil e birrento.

Uma pessoa sensível (por obter mais informações que estão à sua volta) raramente perde o controle,
mesmo quando atacada porque, sendo sensível, ela observa e e-s-c-o-l-h-e a melhor r-e-s-p-o-s-t-a.
Raramente reage, como um animal faminto faria.
Você não tem o poder de escolher aquilo que te acontecerá hoje, amanhã ou depois.
Mas você tem o poder de escolher a melhor resposta à tudo o que vai acontecer.
Resposta não é reação.
Reação é sinônimo de programa automático. Resposta é sinônimo de escolha.

Seja mais sensível, hoje, evitando dizer a primeira coisa que lhe venha à mente,
mesmo que seja algo que você diz pra você mesmo.
Escolha as palavras, escolha os pensamentos, escolha as respostas, fugindo da armadilha
que torna a vida das pessoas reativas sempre dependente de cada problema que acontece.
E observe aqueles que dizem que são "sensíveis".
Olhe o comportamento dessas pessoas.
Você verá que elas são completamente dependentes dos humores de outros e dos acontecimentos externos.
Elas simplesmente reagem por mais que racionalizem e se enganem,
afirmando que suas reações são causadas por sua suposta sensibilidade.
Sempre apresentarão razões para suas dores e tristezas, mas ainda assim estarão somente reagindo.

Você tem o poder de escolher aquilo que é melhor. Você pode!
Porque, como afirma Stephen Covey:

"Entre o que acontece comigo e minha reação ao que acontece comigo, há um espaço.
Neste espaço está minha capacidade em escolher minhas respostas e definir meu destino".
Desconheço o autor

endereço: internet
imagem: netinho.com.br


18 comentários:

Julimar Murat disse...

Oi amigo Jorge

Joanna de Angelis pondera: Tem cuidado com suas reações emocionais. Vigia as nascentes do coração de onde nascem o bem e o mal proceder. Disciplina os teus impulsos e direciona bem os teus sentimentos, a fim de que venhas a tornar-te iracundo, gerando dificuldades no meio em que vives. Concede aos demais o direito de serem conforme o conseguem e não de acordo com as tuas imposições, nem sempre corretas.

Um grande abraço

Julimar

Norma Villares disse...

Olá amigo Jorge

Mudar o passado nada podemos. Passou e deve ser deixado pra trás.
O futuro ainda existe.
Mas no presente jaz a dádiva Cósmica e nesse devemos investir tudo que temos em nossa alma.
Com alegria e ponderação, pois todas as sementes estão nele.
E com certeza tem o poder de florescer.
Um grande abraço

Antonio Caldas Coni Neto disse...

Nós atraímos as situações que necessitamos para fazer uma escolha diferente, mais próxima do amor.
Saudações,

Jorge disse...

Juli!!!

Parece-me que nós somos as reações. Aprendendo a lidar conosco mesmo, estaremos respeitando a todos.

Um beijo,

Jorge

Jorge disse...

Oi, Norma!!!
Chico nos disse que não podemos mudar o começo das coisas, mas podemos modificar o fim.
Temos a escolha como companheira de viagem; então saibamos escolher o que é melhor, sempre com ponderação e bom-senso.

Beijo, minha amiga,

Jorge

Jorge disse...

Olá, Antonio

Obrigado pela visita.
Qunato mais movimentarmos o amor na nossa vida, ela mesma nos devolverá na mesma intensidade. Afinal, tudo se move no amor; então nada mais justo que assim procedamos. É remar a favor da vida.

Um grande abraço,

Jorge

Psiquismo Desmistificado disse...

Olá Jorge,
Parabéns por seu blog, pois é possível compartilhar emoções e sentimentos e refletir através das mensagens. Gostei muito.
Esse post sobre as reações é sensacional. Gostei muitíssimo e fala claramente sobre a maturidade emocional.
Um grande abraço fraternal.

Maria José disse...

Jorge, meu querido. Que texto lindo, explicativo de extrema importância para percebermos que não viemos a esta vida para nos sentirmos incomodados por qualquer coisinha, ou como vc diz, para sermos reativos. Tem tanta coisa para ser feita... Beijos. Estou de volta, cansada, mas feliz.

JC disse...

Parabéns pela mensagem Xará, explica muito bem a diferença entre ser sensivel e reativo. As pessoas que vivem no automático são difíceis de conviver... você nunca sabe como elas vão se portar!

aninha disse...

Olá Jorge!
Boa noite, meu amigo.
Eu poderia jurar que vc publicou essa mensagem pessoalmente para mim... rs Muito a ver com o momento que estou vivendo!
Boa Semana
Bjs

Julimar Murat disse...

OI amigo

O seu blog merece um Oscar
Tem um selinho pra vc no meu blog

Um abraço
Julimar

Jorge disse...

Amigo Psiquismo!!

Obrigado pela sua visita.
Que bom que gostou dessa mensagem.
O que uma mensagem pode trazer ao nosso coração às vezes não tem preço pois a reflexão e a emoção sentida nos faz mais firmes a prosseguirmos o nosso caminho.

Mais uma vez, obrigado.
Jorge

Jorge disse...

Minha doce amiga Maria José

Fico feliz com seu retorno. Posso agora absorver novamente suas mensagens que me dizem profundamente.
A tua volta apenas comprova a saudade que deixou, apesar do pouco tempo.

Um super beijo!!!!

Jorge

Jorge disse...

Olá, JC!!!
Realmente é imprevisível o reativo. Uma pessoa sem auto-domínio, acredito, é tipo de pessoa que vai querer dominar os outros. Algo para se refletir.

Um grande abraço!!!
Jorge

Jorge disse...

Olá, Aninha!!!

Se está sendo útil para você, me deixa feliz. Porque compartilhar mensagens significa para mim o dar e receber com alegria e serenidade, os ensinamentos.
Aninha, obrigado pela sua visita!!! Volte sempre!!!

Um beijo, de coração,
Jorge

Jorge disse...

Oi, Juli!!!!

Muito obrigado pela sua lembrança!!!
Irei pegar, sim, no seu blog.

Um superbeijo,
Jorge

Jeanne disse...

estas pessoas que se dizem sensíveis, são aquelas que se melindram à menor contrariedade.
Apenas com muito autoconhecimento e a reforma intima, podemos perceber a verdadeira sensibilidade, que é calma e ponderada como foi colocado.
Ótimo texto como sempre, beijos

Jorge disse...

Jeanne,

O melindre é uma das pontos mais negativos do ser humano. Como ficar ao lado, em qualquer lugar, com pessoas assim? É difícil, não é mesmo?

Um beijo,
Jorge

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails