segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

AMARRE O TEMPO

As vezes, vivemos situações em que queremos parar o tempo, não deixar aquele momento terminar, brecar os minutos, como se fosse possível perpetuar o instante mágico.
Aquele feriado especial onde tudo de bom aconteceu, o dia do casamento, o nascimento do filho esperado, a colação de grau, o primeiro pagamento no banco, o primeiro amor e o primeiro beijo...

Fragmentos que vão sendo armazenados em nossa memória, que guarda palavras, cores, nuances e até cheiros, que podemos, felizmente,
recordar durante a nossa existência...

É esse prazer, que está em arquivos no seu "eu",
que permite a magia de amarrar o tempo,
ao pé da árvore da saudade, e permite viajar,
mergulhar nas recordações, ganhar energias,
novas energias que nos fazem despertar,
quando estamos meio tristes,
acabrunhados pela situação, desanimados...

Vamos, resgate agora uma emoção que está guardada em seu interior, aspire o perfume da infância, do travesseirinho, da chupeta,
o cheiro da pessoa amada, o gosto daquele beijo roubado na inocência, segure o tempo com as suas mãos poderosas, e solte-o devagar,
ganhando forças para viver o hoje, construindo o amanhã, com a certeza de que ontem foi apenas o começo, o melhor está apenas para começar, agora, nesse momento, em que o tempo diz que é tempo de ser feliz.


Paulo Roberto Gaefke


texto - internet
imagem - www.flickr.com

5 comentários:

Dilmar Gomes disse...

Belo post, amigo Jorge.
Um abraço. Tenhas um bom dia e uma ótima semana.

Bloguinho da Zizi disse...

Jorge
Quantas boas recordações encontramos nos nossos registros.
Fica a saudade!

E se a saudade existe é porque algo muito bom foi vivido.

Beijinhos

MARIA JOSE Rezende disse...

Olá amigo Jorge. Quantas recordações maravilhosas... Vou roubar o texto e postá-lo no Arca. Beijos.

ONG ALERTA disse...

Chave de ouro para ler no fim de semana, abraço Lisette.

MARIA JOSE Rezende disse...

Tem uma brincadeirinha para você no Arca. Beijos.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails