quarta-feira, 15 de junho de 2011

VOCÊ É REPELENTE OU ATRAENTE?


Você conhece alguém que reclama de tudo?
Já ficou ao lado de alguém que parece pesado, chato, cansativo?
Já conviveu com alguém que bate as portas, que fala gritando e que tem sempre uma palavra rude na ponta da língua para disparar em quem se atrever a lhe perguntar algo?

Já conheceu alguém que reclama até de propaganda de televisão,
que fica nervoso com os telejornais, com a política, com a burocracia,
com o cachorro, com as seguradoras, com o síndico e
com a mulher (ou marido), filhos, sogra e até com o tempo?

Se faz sol é porque o calor é insuportável.
Se chove é porque “pobre não tem sorte mesmo”.
Tudo é motivo pra reclamar!
E o maior problema é que as pessoas que são (ou estão) assim,
quase sempre não percebem!
Por isso, pergunte-se:
"Você anda reclamando demais da vida?"

Tem se comportado como uma pessoa pesada e desagradável?
Ou seja, tem se comportado como pessoa-repelente?
Tem se dado conta de que poucos amigos ainda continuam ligando de vez em quando e que dificilmente alguém te paquera, se interessa e
se mantém interessado por você depois de te conhecer melhor?

Sim, porque ninguém gosta de ficar perto de alguém que
mais parece uma “ziquizira” do que um “convite”...
E essa é a notícia chata que eu tinha pra dar...
Mas eu tenho também uma notícia muito boa!

De pessoa-repelente você pode passar a pessoa-atraente...
E é mais simples do que você imagina.
O primeiro passo é se tornar uma pessoa afetuosa.
Sobre isso, Leo Buscaglia em seu livro “Vivendo, Amando e Aprendendo” deu algumas dicas:

- “Para começar, acredito... que a pessoa afetuosa seja uma pessoa
que goste de si. ... Não me refiro ao narcisismo... Refiro-me a uma
pessoa que goste de si como alguém que sabe que só podemos
dar aquilo que possuímos, de modo que é bom começar a
conseguir alguma coisa.”

- “Acho que a segunda coisa mais importante num indivíduo afetuoso é
que ele se liberta de rótulos... Basta você ouvir um rótulo para
pensar que sabe tudo sobre ele. Ninguém jamais se dá o trabalho de dizer: ‘
Ele chora? Sente? Entende? Tem esperanças?’.
Palavras... Você, se for uma pessoa afetuosa, se dirá o que significa
uma palavra só depois de descobrir, por experiência, o que significa;
não por acreditar na definição de outras pessoas.”

- “Também acho que o indivíduo afetuoso é o que detesta o
desperdício e não suporta a hipocrisia. Rosten diz: ‘
Os fracos é que são cruéis.
Só se pode esperar a brandura dos fortes.’”

- “Por fim, acho que o indivíduo afetuoso é aquele que não
se esqueceu de suas próprias necessidades...
A necessidade de sermos vistos, conhecidos, reconhecidos...
A necessidade de desfrutar do nosso mundo,
de ver a maravilha contínua da vida,
de poder ver como é maravilhoso estar vivo.”

Bom, o Leo escreveu muitas outras coisas fantásticas e eu
adoraria continuar citando essas maravilhas,
mas sugiro que você leia este livro! E eu vou continuar meu artigo...
Depois de se tornar afetuosa, sugiro que você se torne uma pessoa gostosa.

Não, não estou falando de medidas, peso, busto, quadris e cintura...
Estou falando de leveza, de alto astral, de risada, flexibilidade,
senso de humor, otimismo... Estou falando da criança que
existe em cada um de nós... mas que talvez você tenha esquecido
a sua trancada no porão, desde quando se deu conta
de que cresceu, de que os anos passaram.
Bobagem! Abra o porão, resgate a sua capacidade de
transformar pequenas ocasiões em festas.

E assim, afetuoso e gostoso, você terá se tornado uma pessoa-atraente.
Daquelas que a gente tem vontade de ligar, de convidar pra sair,
de conversar, de contar segredos, de pedir conselhos...
Daquelas que a gente tem vontade de amar!
Porque, afinal, de que mais a vida é feita?

E nunca se esqueça:
se não conseguir sozinho, procure ajuda!


Débora G Minatel
Fisioterapeuta, Dra. em Biotecnologia na Área da Saúde


texto - internet
imagem - thatipop.blogspot.com

15 comentários:

Cadinho RoCo disse...

O poder do nosso pensar é infinito e por força do amor é que conseguimos avançar sempre na certeza de que temos tudo para cada vez mais sermos melhores no que somos e fazemos.
Cadinho RoCo

Estrela disse...

Preciso rever os meus conceitos...
Mas é que por ter sido afetuosa já levei tanto na cara, que quem me provoca escuta.
Beijos!

Marcia disse...

Somos destinados a luz, a luz irradiante e lá chegaremos, nem que demore um pouquinho, que precisemos sofrer para aprender. Eu quero ser "atraente"!
Texto maravilhoso, parabéns pela escolha!
Beijos,

Lena disse...

Oi, Jorge, meu querido amigo
Detesto a categoria dos "Repelentes". Se pudesse, gostaria de estar classificada na categoria dos "atraentes". Mais outro excelente texto, que nos deixa a refletir. Bjs, meu amigo e tenha bons sonhos!

**♥✿-franciete-✿♥** disse...

Meu querido, lindo o seu texto, mas chega uma altura da vida que já pouca vontade temos de rir e fazer uma festa.
Mas ajudar e amar o próximo sim essa nunca me falta e quanto mais dou mais recebo, Deus todos os dias me recarrega com abundância de todas as maravilhas.
Um grande bem-aja e beijinhos de luz, paz e alegria nos seus dias...

soniaconsult disse...

oi jorge meu intervalo acabou e nao terminei de ler...amanha volto
bjus

Sandra Nabuco disse...

Eu sou atraente,pois sempre vejo o lado bom da vida!
Até atraio alguns repelentes,mas tudo bem,faz parte!
Desejo que você tenha um ótimo dia Jorge,com muita luz,paz,saúde e sorte e com muitas pessoas atraentes a sua volta!!!
Beijos!

Kelly disse...

Infelizmente tenho uma colega de trabalho assim, tentei alertá la várias vezes mas desisti, me afastei, chega de falta de educação rsrs beijos

jose vitor lemes disse...

Texto completo. Na era em que estamos, não poderia os laboratórios trabalhar em cima de uma formula para expelir ou transformar um cara chato,,,(risos) brincadeira a parte, seria bom, não acha?
A questão é que a formação do caráter ainda é uma incógnita, pelo que se observa, foge regras de genealogia, de cultura, de condições sociais, etc..
Agora, voltando ao esprei, eu iria precisar de muitos tubos, rsrs…
(desconsidere minhas frases, é só uma provocação entre amigos)
Volto dizer: texto excelente seria bom que todos trabalhassem um pouquinho de si, nem que fosse a pequenas reflexões
abraços,

obs( não estranhe o fato do meu blog estar sem função de comentário, trata-se um contra tempo passageiro)

Milita disse...

Hola su testo me fascina. Besiños Milita.

ValériaC disse...

Maravilhoso alerta, este texto... mais uma vez é prestar atenção com sinceridade em como estamos e tratar de escolher sermos afetuosos, não é mesmo? É tão melhor...
Boa noite meu querido...beijos...
Valéria

ArcadoAutoConhecimento disse...

Jorge, meu amigo. Perfeito esse texto. Conheço muitas pessoas assim, sempre reclamando e odiando tudo e todos. São experts em achar defeitos em tudo, mas no fundo, são muito infelizes. Beijos.

**♥✿-franciete-✿♥** disse...

É meu amigo a paixão vem primeiro, depois vem o amor, a paixão vai embora com a juventude. Mas o amor fica para sempre, a não ser que as pessoas se separem então sim o amor se vai, mas ai fica as boas ou más lembranças que esse amor deixou.
Beijinhos de luz e paz nos seus dias...

Lena disse...

Oi, meu amigo Jorge
Passei só pra deixar um abraço e um beijo a esse amigo maravilhoso que você é! Te admiro pra caramba!!!!

Jeanne Geyer disse...

Muito legal o texto. Acho que nem todos os repelentes são assim todo o tempo e vice e versa, parece que hoje em dia reclamar está meio generalizado infelizmente. Aqui no Rio Grande do sul, reclama-se do tempo todo o tempo, muito frio e chuva no inverno, calor sufocante no verão.
Cultivando mais o lado espiritual passamos a olhar os acontecimentos de forma mais abrangente e não se valoriza tanto as bobagens, o negativismo.
beijos :)

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails