domingo, 18 de julho de 2010

FORÇA - conto da África Ocidental


Os animais decidiram fazer um concurso para ver qual deles era o mais forte. A ideia do concurso foi do Elefante.

— Encontramo-nos todos na quarta-feira. Veremos quem tem FORÇA.

O primeiro a chegar foi o Chimpanzé, que chegou aos saltos.

— Força! Eu tenho força. Vejam só estes BRAÇOS! Esperem só até verem a minha força!

O Chimpanzé sentou-se. Chegou o Veado.

— Força! Olhem para estas PERNAS! Tenho tanta força!

O Veado sentou-se. A seguir veio o Leopardo. Mostrava as garras e rugia.

— Força! Olhem para estas GARRAS! Eu tenho força!

O Leopardo sentou-se. Depois veio o Bode, que baixou os seus chifres fortes.

— Força! Vejam estes CHIFRES! Isto é força.

O Bode sentou-se. Chegou o Elefante. Caminhava muito devagar.

— El…e…fante…significa força.

O Elefante sentou-se. Esperaram e voltaram a esperar. Faltava mais um animal. Finalmente o Homem chegou, a correr.

— Força! Força!

O Homem exibia os seus músculos.

— Eis-me aqui! Podemos começar!

O Homem tinha trazido a sua espingarda para a floresta e tinha-a escondido nos arbustos. Era por isso que estava atrasado. O Elefante encarregou-se de dar início ao concurso.

— Agora que o Homem chegou, podemos começar. Chimpanzé, mostra-nos a tua força!

O Chimpanzé deu um pulo. Correu para uma pequena árvore e trepou-a. Dobrou-a e deu-lhe um nó. Desceu da árvore e disse:

— Então? Isto não é força?

Os animais exultaram.

— Força! Força! Força! Força! Isso é que é força!

Depois acalmaram.

— Bem…Chimpanzé. Senta-te. O próximo!

O Veado pôs-se de pé com um salto. Correu três quilómetros em direcção à floresta. Correu outros três quilómetros de volta. Nem sequer estava ofegante. Vangloriou-se:

— Vejam só! Se isto não é força…

Os animais concordaram.

— Força! Força! Força! Força! Isso é que é força!

— Bem…Veado. Senta-te. O próximo!

O Leopardo pôs-se de pé e esticou as garras enormes. Começou a esgravatar a terra. Scrung…scrung…scrung…scrung… Como o pó voava! Os animais saltaram para trás. Estavam assustados. O Leopardo perguntou:

— Aaaah! Isto é força ou não é?

— Força! Força! Força! Força! Isso é que é força!

— Bem… Leopardo. Senta-te. O próximo!

O Bode era o seguinte. Baixou os chifres enormes. Havia por ali um campo de canas e o Bode começou a escavar o campo. Shuuu…shuuu…shuuu…shuuu… Os chifres fizeram uma estrada através do campo. O Bode voltou-se. E escavou outra estrada até ao lugar onde estavam os animais. Depois perguntou:

— Não é força, isto?

Os animais ficaram impressionados.

— Força! Força! Força! Força! Isso é que é força!

— Bem… Bode. Senta-te. A seguir?

A seguir vinha o Elefante. Havia muitas árvores em redor que cresciam bem juntas. O Elefante encostou o seu ombro enorme de encontro às árvores. Eeennhh…eeennhh… eeennhh…kangplong! As árvores caíram todas. O Elefante exclamou:

— Que tal? Isto não é força?

Os animais ficaram impressionados.

— Força! Força! Força! Força! Isso é que é força!

— Bem… Elefante. Senta-te. O próximo!

Era a vez do Homem. O Homem correu para o meio do círculo. Começou a rodopiar. Deu saltos mortais. Fez a roda. Fez o pino. Volteou em redor deles sem cessar. Depois parou e perguntou:

— Força! Força! Isto não é força?

Os animais entreolharam-se.

— Bem… foi excitante.

— Mas era força, aquilo?

— Nem por isso…

— Só sabes fazer isso?

O Homem sentiu-se insultado.

— Muito bem, então vejam isto!

O Homem subiu a uma palmeira. Tão depressa! Tão depressa! Atirou cocos da palmeira. Desceu da árvore. Perguntou de novo:

— Força! Força! Isto não é força?

Os animais olharam para ele.

— Chamarias àquilo força?

— Só subiu a uma árvore.

— Isso não é bem força.

— Há mais alguma coisa…?

O Homem estava zangado.

— Força? Eu mostro-vos o que é FORÇA!

O Homem correu para o arbusto. Agarrou na arma. Correu de novo para junto deles. O Homem apontou a arma ao Elefante. Ting… Puxou o gatilho. Kangalang!O Elefante tombou. Estava morto. Morto. O Homem dava pulos e gabava-se:

— Força! Força! Isto não é FORÇA?

O Homem olhou em redor. Os animais tinham ido embora. Tinham fugido para a floresta.

— Força!…

Não havia ninguém para o ouvir gabar-se. O Homem estava sozinho. Na floresta, os animais juntaram-se a um canto para trocar impressões.

— Viste aquilo?

— Era força aquilo?

— Chamarias àquilo força?

— Não. Aquilo era MORTE.

— Aquilo era MORTE.

A partir desse dia, os animais não voltaram a caminhar com o Homem. Quando o Homem entra na floresta, tem de caminhar sozinho. Os animais ainda falam do Homem… Da criatura Homem… O Homem é aquele que não conhece a diferença entre força e morte.


Margaret Read MacDonald
Peace Tales
Arkansas, August House Publishers, Inc., 2005


endereço: http://contadoresdestorias.wordpress.com

imagem: simplesana.zip.net

22 comentários:

ValériaC disse...

Belo texto amigo...infelizmente o ser humano sempre tem a capacidade de se equivocar com tantas coisas. Um ser dotado com tanta inteligência, com várias capacidades, mas tantas vezes, sem suficiente inteligência emocional, que dirá respeito e amor para com os demais homens, animais e natureza. É lamentável.

Tenha uma linda semana amigo!
Beijinhos...
Valéria

Cigana do Oriente disse...

Um dia ainda chegará que todos os homens deste planeta saberão respeitar seus irmãos menores e nossa querida Mãe Terra.
Até lá, arregacemos nossas mangas e levemos á todos exemplos de humildade e respeito á todos indistintamente
Beijos em sua alma e uma ótima semana!

Eliana Pessoa disse...

O SER HUMANO ESTÁ NA MAIORIA DO TEMPO EQUIVOCADO ,PRINCIPALMENTE QUANDO SE TRATA DOS ANIMAIS!
AQUI NA MINHA CIDADE UM IDIOTA COLOCOU FOGO NUM POBRE CAVALO DE CARROÇA MAGRINHO COITADO DE TANTO TRABALHAR,E NA HORA DO DESCANSO ENCONTROU ESSA CRIATURA TERRÍVEL QUE ATEOU FOGO NO DEU LOMBO !O POBRE Ñ SABIA O QUE FAZER,MAS A DANTESCA CRIATURA MORRIA DE RIR DO DESESPERO DO CAVALO!
POBREZINHO FICOU NA CARNE VIVA ESTÁ SENDO CUIDADO NO BATALHÃO DA POLICIA MILITAR,MAS O RAPAZ ESTA SOLTO COMO SE NADA TIVESSE FEITO!

BEIJO
BOA SEMANA!

MARIANGELA BARRETO disse...

Jorge,

Belissimo texto, retrata a prepotencia do homem, a falta de consciencia e de respeito para com os animais. É muito triste ver o sofrimento dos animais indefesos,como são abandonados, maltratados..manipulados, torturados.
É peciso despertar a consciencia para o amor incondicional urgentemente!!!

Uma semana maravilhosa para você!
Beijo.

Jorge disse...

Valeria
somos equivocados em muitas coisas. Por isso temos dificuldades na vida.

Um beijo, ANjo!!

Jorge disse...

Isa,
sem dúvida, um dia chegaremos lá...mas quando?

Um beijo, sempre com carinho!!!

Jorge disse...

Eliana

o equívoco pode ser ao extremo. Creio que só a inconsciência do homem pode explicar atitudes tão selvagens. Porque a maldade, na minha maneira de ver, está na ignorância das leis de Deus e suas consequências.

Anjo, beijo!!

Jorge disse...

Mariangela,
é realmente triste ver o mundo como está. Principalmente em relação aos animais. O homem está desfazendo o que Deus criou de uma acelerada forma.


Minha amiga, um doce beijo!!!

Myriam disse...

Querido Jorge, minha visão sobre os animais é tão pura, tenho tanto amor por eles que não consigo entender como alguém pode matar um ser que na maioria das vezes não tem defesa. Bjs

Jeanne disse...

Parabéns pelo post. Infelizmente o homem tem que ser lembrado sempre de seu papel na natureza, entendendo os animais como companheiros de evolução e a natureza como divina morada provisória que Deus nos ofertou.
Beijos

Vera disse...

A falência dos volores, é notório, o que não conseguimos, enxergar é o mal, que nos causa.
A força não estar na violência e sim na moral.

Maria José disse...

AMIZADE
Não é receber, é dar.
Não é magoar, é incentivar.
Não é descrer, é crer.
Não é criticar, é apoiar.
Não é ofender, é compreender.
Não é humilhar, é defender.
Não é julgar, é aceitar.
Não é esquecer, é perdoar.
Amizade..
É simplesmente AMAR.
Feliz dia da amizade.

Jorge disse...

Myriam

é, os animais são para serem protegidos e amados. Cuidar deles é também preservarmos nosso vínculo com a mãe Natureza.

Anjo, um beijo!

Jorge disse...

Jeanne,

tem razão!!

Um doce beijo, Anjo!

Jorge disse...

Vera,

é verdade!
Sem moral, como ter atitudes condizentes com isso, não é mesmo?

Beijo de luz!!

Jorge disse...

Maria José,

obrigado pelo carinho.
retribuo esta poesia que diz tudo sobre a amizade!!!
Obrigado mesmo, Anjo Amiga!!!

Beijo

Vida*** disse...

Cuidar da Natureza como cuidamos de nós mesmos!! Os Animais somos nós mesmos dentro do gde espetáculo da Vida!! Respeitar ao nosso próximo como queremos ser tratados!! Paz,Luz,Proteção. Um abço carinhoso pra ti.

Vera disse...

" Amigos são anjos
Que nos deixam em pé
Quando nossas asas têm problemas
Em se lembrar como voar..."

Feliz Dia dos Amigos.

Socorro Melo disse...

Olá, Jorge!

Uma bela história. E que vergonha para o homem! São tantas as vezes que os animais nos dão lições, até parece que são eles os racionais.

Grande abraço
Socorro Melo

Jorge disse...

Vida amiga,

concordo!!!

Beijo, com carinho!!!

Jorge disse...

Vera,
obrigado pelo nosso dia. E mesmo que atrasado, apesar de amigos serem todos os dias, deixo um doce beijo em teu coração pelo nosso dia!!!

Jorge disse...

Socorro,

é verdade. Às vezes nos perguntamos quem são racionais, não é mesmo?

Um doce beijo, Anjo!!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails