quinta-feira, 29 de julho de 2010

O MAIOR INIMIGO DO HOMEM PODE SER VISTO OLHANDO-SE NO ESPELHO


Se um homem entra em uma briga física com outro homem e é derrotado, esse fato o persegue por muito tempo e surgem sentimentos como vergonha, ira e sede de vingança.
Um animal, quando disputa o território com outro de sua espécie,
e perde, não age da mesma maneira.

Muitos podem dizer que os animais são seres irracionais e que, portanto,
não teriam como "remoer" a derrota, porém, não lhe parece irracional se amargurar por algo que já está no passado?
Não seria mais racional retomar a vida e seguir em frente apesar da derrota ( fato comum na vida de todo ser humano )?

Um dos maiores esportistas brasileiros nos dá uma grande lição de superação.
Após um acidente, Lars Grael teve uma de suas pernas amputadas,
no entanto, esse terrível fato não o impediu de mostrar sua força de superação.
Em uma entrevista perguntaram ao atleta:
"Após o acidente, como você aprendeu a conviver com a deficiência física?"

"Inicialmente é sempre um trauma, mas o exemplo de outros atletas e
de pessoas que passaram por problemas iguais ou piores..." – respondeu Lars -
"... me fez ver que a minha vida não tinha acabado.
Era possível viver e ser feliz convivendo com a minha deficiência."

Atualmente, o campeão dedica-se ao esporte e à política em prol
de pessoas com deficiência e idosos.

É preciso
determinação e perseverança nos momentos mais difíceis.
Essa combinação talvez seja uma das essências dos resultados positivos.

As pessoas que vencem aprendem a ser maiores que seus problemas e
dificuldades, e não se intimidam diante de derrotas temporárias.
Tanto perder quanto ganhar faz parte do jogo da vida.

Temos tantos exemplos de profissionais que deixaram de lado a lamentação
por um tropeço, e abandonaram a idéia de fazer drama ou
se sentirem desprestigiados após perderem um cliente,
um negócio ou um emprego.

Não estou fazendo apologia à derrota como grande professora,
mas estou querendo mostrar que as perdas devem ser vistas
como um processo de aprendizagem.
Dura e cruel, difícil de engolir, mas necessária nos momentos de
crescimento e evolução de cada um de nós.

Imagine a cabeça de um jogador profissional ao perder
dois pênaltis em uma mesma partida.
Isso aconteceu de fato e o profissional ficou apagado o restante da
partida e no final, saiu de cabeça baixa.

O maior cestinha do mundo novamente nos dá uma valiosa lição de perseverança
e presença de espírito. Muitos jogadores deixam de arriscar quando a bola não entra nos primeiros arremessos.
Oscar, ao contrário, continua arremessando mesmo quando erra e
a explicação dele é simples, mas genial:
"Continuo porque sei que, a partir de um momento, a bola vai começar a entrar".
E como sabemos, a bola entra mesmo.

Não existe vergonha em ter problemas ou sofrer derrotas.
Isso acontece comigo, com você e com todos que não usam capa de
super-herói e saem voando pela cidade afora.
Terrível é se permitir levar uma vida medíocre, com resultados ínfimos,
por medo de arriscar-se.

Tirar das derrotas lições de vida a serem aplicadas ao nosso cotidiano
deixou de ser algo distintivo e passou a ser uma obrigação de cada um de nós.

Mas não acredite que derrotas e fracassos sejam a mesma coisa.
Derrotas são momentâneas.
Fracassos se tornam permanentes pelo fato de adquirirmos
medo do que vem pela frente.

É fácil seguir em frente quando a "maré" está boa,
o difícil é prosseguir quando a situação é crítica.
São nesses momentos que os super-heróis sem capa mostram sua força.

Fábio Violin


texto - internet
imagem - peregrinacultural.files

25 comentários:

Bloguinho da Zizi disse...

Uso muito essa frase no consultório:
- Quer saber qual é o seu maior inimigo?
Daí aponto o banheiro e peço que a pessoa olhe para o espelho.
Muitas ficam me olhando, sem entender...mas com algumas palavras consigo provar que o mal maior é o que nós desencadeamos.
Grande lição de vida que esses atletas nos dão.
Meu abraço Jorge

Sara disse...

Querido Jorge!
"Se a vida nos dá limões, vamos fazer uma limonada..."
Pode até parecer bobinha a frase acima, mas devemos dançar conforme a música e seguir em frente.
Determinação e Perseverança sempre!
Bjs.

Jorge disse...

Zizi,

creio seja isso mesmo. Afinal, não é o mundo o nosso inimigo mesmo porque a vida reflete quem somos.

Anjo amiga, beijo!

Jorge disse...

Sara,
seguir em frente simplesmente não é tão difícil quanto seguir com serenidade mesmo que com coração dolorido. Isso requer uma luta muito grande.

Um beijo, coração!

MARIANGELA BARRETO disse...

Jorge, belissimo texto.. belissima mensagem e lições de vida.. é preciso coragem, determinação para e ir em frente apesar das circunstâncias momentaneamente desfavoráveis.. como diz o texto:

"É fácil seguir em frente quando a "maré" está boa,
o difícil é prosseguir quando a situação é crítica.
São nesses momentos que os super-heróis sem capa mostram sua força."

beijos no coração
Mariangela

Jorge disse...

Marângela,
concordo com você. Quando a prova mexe conosco, aí sim, vamos ver se estamos realmente preparados para manter a serenidade.

Anjo Amiga, um beijo no coração!

Marcia disse...

Superacao, fé, confianca, sao palavras que deveríamos colocar em nossas mentes. Quantos momentos difíceis todos nós já superamos e crescemos com eles? E sao com eles que nos tornamos mais fortes para enfrentarmos os próximos.
Beijos e obrigada por compartilhar!

ELIANA-Coisas Boas da Vida disse...

SUPERAR GRANDES PROBLEMAS Ñ É FÁCIL,MAS SE RESOLVEMOS ENFRETA-LOS AÍ SIM ELES VÃO FICANDO SEMPRE MENORES DO QUE PARECIA NO COMEÇO!
BEIJO

Anônimo disse...

Oi amigo Jorge,

Na verdade, o Pai nos dá provas para testar nossa força interior, e através delas amadurecemos, pois o melhor a fazer é aprender com a vida e nada que nos acontece é por acaso. A dor faz com que passemos por transformações íntimas e a vida não será mais a mesma, porque nós também não o seremos.
Gostei do new look de seu blog, me sinto no céu ... Beijos, namastê!

Patrícia Melo disse...

Não me identifiquei, desculpe.

Oi amigo Jorge,

Na verdade, o Pai nos dá provas para testar nossa força interior, e através delas amadurecemos, pois o melhor a fazer é aprender com a vida e nada que nos acontece é por acaso. A dor faz com que passemos por transformações íntimas e a vida não será mais a mesma, porque nós também não o seremos.
Gostei do new look de seu blog, me sinto no céu ... Beijos, namastê!

ValériaC disse...

Jorge querido, admirável texto...de exemplo, de superação...incentivo a cada um de nós...tudo o que nos acontece são lições preciosas, que nos chegaram até nós, por ser de fato uma necessidade a ser vivida, e quando vem na forma de dor, é sinal que temos que nos fortalecer e enfrentar, pois se assim o fizermos...progrediremos...
Beijos...
Valéria

Anônimo disse...

Jorge
Aprendi, que os vitoriosos, nem sempre, são aqueles que, levanta o trofel,vitoriosos, são os que, renascem das cinzas, e com sua força interior, supera todas as suas, dificuldades.

julia2007 disse...

orge
Aprendi, que os vitoriosos, nem sempre, são aqueles que, levanta o trofel,vitoriosos, são os que, renascem das cinzas, e com sua força interior, supera todas as suas, dificuldades.

Isa mar disse...

Sábias palavras meu amigo, quando a maré está boa é fácil, o difícil é prosseguir em situações críticas.
Mas temos o suporte necessário para continuar, mesmo quando estamos esgotados, pois as vezes só um pouquinho mais á frente está a nossa libertação
Beijos de luz pra você e um ótimo fim de semana!

Fernando Christófaro Salgado disse...

Amigo Jorge,

Temos que mirar no exemplo destes atletas que trazem grande lição para nós!

Grande abraço,

Fernando C. Salgado.

Jorge disse...

Marcia,
os momentos difíceis são os nossos melhores educadores.

Beijo, coração

Jorge disse...

Eliana
é enfrentando que nos fortalecemos, né?

beijo!

Jorge disse...

Anonimo,

disse muito bem!!!

Beijo e obrigado por ter gostado do novo new look!
beijo

Jorge disse...

Patricia,

te chamei de Anônima...me desculpe.

Beijo!!!

Jorge disse...

Valeria,
temos tudo que precisamos para vencer. Talvez o que nos falte, pela pouca persistência, é a força de vontade de vencer.

Anjo, um beijo!!

Jorge disse...

Julia,
concordo com você!!!

Um beijo, Anjo!

Jorge disse...

Isa,
sorrir é facil quando tudo vai bem. Mas a vida não é apenas de momentos de deleite.

Minha amiga, beijo!

Jorge disse...

Fernando
sem dúvida são exemplos. Admirar não basta, devemos fazer o que nos cabe se queremos ser felizes, não é mesmo?
Um grande abraço, meu querido amigo!

Socorro Melo disse...

Oi, Jorge!

Muito interessante esse texto. Que bela reflexão! E precisamos tanto, no dia-a-dia, desses incentivos, pois, são tantos os problemas que nos aparecem.

Um grande abraço.

Socorro Melo

Jorge disse...

Socorro,
creio que as dificuldades urgem no meomento em que estamos prontos para encarar. O difícil é acreditar que podemos.

Beijo!!!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails