quinta-feira, 9 de junho de 2011

PERNICIOSO SENTIMENTO


Conta-se que um monge eremita viajava através das aldeias, ensinando o bem.
Chegando a noite e estando nas montanhas, sentiu muito frio. Buscou um lugar para se abrigar. Um discípulo jovem ofereceu-lhe a própria caverna. Cedeu-lhe a cama pobre, onde uma pele de animal estava estendida.
O monge aceitou e repousou. No dia seguinte, quando o sol estava radiante e ele deveria prosseguir a sua peregrinação, desejou agradecer ao jovem pela hospitalidade.
Então, apontou o seu indicador para uma pequena pedra que estava próxima e ela se transformou em uma pepita de ouro.
Sem palavras, o velho procurou fazer que o rapaz entendesse que aquela era a sua doação, um agradecimento a ele. Contudo, o rapaz se manteve triste.
Então, o religioso pensou um pouco. Depois, num gesto inesperado, apontou uma enorme montanha e ela se transformou inteiramente em ouro.
O mensageiro, num gesto significativo, fez o rapaz entender que ele estava lhe dando aquela montanha de ouro em gratidão.
Porém, o jovem continuava triste. O velho não pôde se conter e perguntou:
Meu filho, afinal, o que você quer de mim? Estou lhe dando uma montanha inteira de ouro.
O rapaz apressado respondeu: Eu quero o vosso dedo.

A inveja é um sentimento destruidor e que nos impede de crescer.
Invejamos a cultura de alguém, mas não nos dispomos a permanecer horas e horas estudando, pesquisando. Simplesmente invejamos.

Invejamos a capacidade que alguns têm de falar em público com desenvoltura e graça. Contudo, não nos dispomos a exercitar a voz e a postura, na tentativa de sermos semelhantes a eles.
Invejamos aqueles que produzem textos bem elaborados, que merecem destaque em publicações especializadas. No entanto, não nos dispomos ao estudo da gramática, muito menos a longas leituras que melhoram o vocabulário e ensinam construção de frases e imagens poéticas.
Enfim, somos tão afoitos quanto o jovem da história que desejava o dedo do monge para dispor de todo o ouro do mundo, sem se dar conta de que era a mente que fazia as transformações.
Pensar é construir. Pensar é semear. Pensar é produzir.
Vejamos bem o que semeamos, o que produzimos, nas construções de nossas vidas, com as nossas ondas mentais.
No lugar da inveja, manifestemos a nossa vontade de lutar para crescer, com a certeza de que cada um de nós é inigualável. O que equivale a dizer que somos únicos e que ninguém poderá ser igual ao outro.
Cada um tem seus tesouros íntimos a explorar, descobrir e mostrar ao mundo.
Quando pensamos, projetamos o que somos. Pensemos melhor. Pensamento é vida.


Redação do Momento Espírita, com base no cap. 2 do livro Rosângela, pelo Espírito Rosângela, psicografia de Raul Teixeira, ed. Fráter e história tibetana extraida do livro Elucidações espíritas, entrevista 5, de Divaldo Franco, ed. S.E. Joanna de Ângelis


imagem - senado.gov.br

17 comentários:

Lena disse...

Jorge
Incrível, mas acabei de postar um comentário no blog "Coisinhas da Chica" sobre esse sentimento horroroso que é a inveja. A história seguiu de um jeito que eu nunca poderia ter pensado: ele queria, na realidade, era o dedo do religioso. Que Deus nos livre. Bjs!Te adoro!

**♥✿-franciete-✿♥** disse...

Meu querido amigo, adorei a mensagem, que pena o sentimento da inveja seja tão permanente nas vidas humanas, por muito que se lute contra esse sentimento mesmo sem querer todos temos um pouco, há sempre algo em que pensamos ter igual ou parecido, ou ainda melhor do que tem o vizinho do lado, beijinhos de luz e paz nos seus dias...

Estrela disse...

Amei a mensagem! Talvez a inveja não destrua a pessoa que a sente,mas certamente a deixa estagnada.
Beijos!

Maria Luiza Silveira Teles disse...

Jorge querido:
Amei a mensagem! Verdadeira demais! Agora vou lhe contar um segredo:"A boca fala do que o coração está cheio", lembra-se? Anjo eu? Ah, meu amigo, sou apenas uma caminhante, bem atrasada no meu caminhar... Não estará vc falando de uma migo meu que vive a pregar a Boa Nova?...
Bjs,
Maria Luiza

Denise disse...

A mensagem é um ensinamento - que muitos a aproveitem, como eu.

Um grande abraço, bons sonhos meu sensível e querido amigo!!

C. disse...

Afe, que pessoa inescrupulosa essa! Em pensar esses sentimentos podem se apoderar de nós, caso nao nos policiarmos, nao é mesmo?
Triste, mas tao real e verdadeiro esse texto, Jorge.

Um ótimo fim de semana cheio de amor!

ArcadoAutoConhecimento disse...

Olá Jorge. Vim agradecer as palavras de incentivo deixadas no Arca no post de minha filha. Obrigada, amigo.
A inveja é um dos piores sentimentos. Conheço muita gente que tem verdadeira incapacidade de aplaudir o sucesso dos outros. Lamentável. Beijos, amigo.

ArcadoAutoConhecimento disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
ArcadoAutoConhecimento disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
ArcadoAutoConhecimento disse...

Olá Jorge. Vim agradecer as palavras de incentivo deixadas no Arca no post de minha filha. Obrigada, amigo.
A inveja é um dos piores sentimentos. Conheço muita gente que tem verdadeira incapacidade de aplaudir o sucesso dos outros. Lamentável. Beijos, amigo.

ⓣⓔⓡⓔⓢⓐ ⓒⓡⓘⓢⓣⓘⓝⓐ disse...

Oiee!!
Soltei uma gargalhada alta aki qdo ele disse queria o dedo.aff.....inveja é triste, a falta de capacidade de ir em busca de saber ser o q se é, só q ser é uma construção diária.
Lindo fds.
Bjs♥

jose vitor lemes disse...

Por mais insano que pareça, a mente desequilibrada não tem limite, a montanha se faz pouca, o amor é pouco. Muito é a vaidade do pretensioso, o desejo bobo de querer estar no poder

Jorge, um grande abraço

ValériaC disse...

Que lição mais valorosa meu querido amigo... inveja é um sentimento tão triste, tão empobrecedor do espírito, pois invejar é uma ilusão imensa.
Cada um tem seus dons, valores e potencialidades, basta haver empenho e cada qual poder fazer o melhor de si, sem querer ser ou fazer como os demais.
Bom finalzinho de domingo Jorge...boa semana...beijinhos
Valéria

Jeanne Geyer disse...

Estou divulgando o novo blog espírita: http://renascerdoutrinaespirita.blogspot.com
É a nova casa onde estarei recebendo os amigos. Infelizmente o blog Doutrina Espírita foi invadido por hackers e mesmo depois de eliminar tudo, deixando apenas o espaço para postagem, continua dando mensagem de vírus. Assim, não foi possível sequer deixar um recadinho para explicar aos amigos e redirecionar para o novo link.
Beijos

Maria Luiza Silveira Teles disse...

Jorge:
Indiquei o seu blog para receber o selo Award. Vá ao meu, copie o selo e cole no seu blog. Em seguida, vc deverá indicar doze blogs para recebê-lo.
Bjs,
Maria Luiza

Bloguinho da Zizi disse...

Jorge
Tenho um cliente que me ensinou a ver a inveja de uma maneira mais leve.
Ele diz que se não tem ninguém com inveja dele é porque ele não está trabalhando com afinco, pois a inveja indica que o outro vê o sucesso da gente, mesmo que a gente não veja.
beijinhos

Paula Moraes disse...

Olá, adorei seu blog e o indiquei para o selo Sunshine Award, passe lá no meu blog e pegue seu selo, depois você também precisará escolher 12 blogs para repassar o prêmio.

Abraço,
Paula Moraes

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails