quinta-feira, 12 de novembro de 2009

EVITAR DECEPÇÕES...



Chuang Tzu, relata que, certa vez, um rapaz cheio de dúvidas em relação ao caminho espiritual procurou Lao Tsé.

- Por favor, ajude-me - disse o jovem - vim até o senhor porque não consigo entender certas coisas. Quando não consigo fazer o bem, machuco outras pessoas. Mas, quando faço o bem, machuco a mim mesmo. Sou negligente se não cumpro com o dever de ser bondoso. Porém, se cumpro com esse dever prejudico a mim mesmo. Como posso resolver isso?

- Você realmente está confuso, - respondeu Lao Tsé - está tentando medir o meio do mar com uma vara de dois metros. Você deseja uma resposta?

Observe uma criança! Ela não se preocupa com relatórios sobre si mesma. É desinteressada. Age com espontaneidade. Ela é parte da corrente. Não fica procurando respostas o tempo inteiro. Mas é conduzida a elas. Esse é o início da perfeição!

Podemos sofrer por inúmeras razões. Até mesmo por desejarmos melhorar. Isso soa estranho! Como podemos sofrer por aspirarmos à perfeição e à felicidade?

O desejo pode ser uma faca de dois gumes. Se queremos melhorar o nosso comportamento porque descobrimos que isso, por si só, nos torna felizes e nos dá prazer, então temos um motivo correto. No entanto, se desejamos adquirir virtudes e cultivar qualidades por acreditarmos que, com isso, seremos reconhecidos e bem tratados pelas outras pessoas, então apenas criamos mais um problema..

Ou se é bondoso porque se é, ou não se é bondoso. As recompensas que advêm da prática do bem, não devem ser esperadas. Quem é verdadeiramente virtuoso é desinteressado como uma criança. Pratica o bem sem pensar em retorno para si.

Existem muitas pessoas estressadas, confusas e perturbadas em nossa sociedade. Elas freqüentemente são agressivas ou mesmo indiferentes no trato com o semelhante. Precisamos de uma boa dose de compaixão e paciência para lidarmos com indivíduos assim. Só que não podemos ser compassivos e tolerantes por muito tempo se estivermos na expectativa de termos a nossa boa vontade identificada por todos. E ainda que consigamos demonstrar persistência na prática do bem diante das incompreensões e dos maus tratos, a nossa bondade não será verdadeira se estivermos interessados em que ela apareça.

A história que descreve a iluminação de Sidarta ilustra bem isso. Quando Sidarta abandonou a sua vida principesca e foi viver como asceta, em certo momento lhe ocorreu que talvez estivesse fazendo aquilo pelo prazer de ser admirado pelos outros. Percebendo isso, ele abandona os rigores do ascetismo e, então algum tempo depois, ele se torna Buda - O Iluminado.

A mesma idéia está presente no Evangelho de Jesus segundo Lucas, na parábola do fariseu e do publicano. Explicando esta historieta, Jesus deixa bem claro que, quem deseja mostrar pureza, justiça e correção, de nenhum modo é possuidor dessas qualidades.

Algo semelhante é dito por Lao Tsé no Tao te King:

“Quem dá valor a si mesmo, não é valorizado. Quem se julga importante, não merece importância. Quem louva a si mesmo, não é grande.” Aquele que se esforça em parecer bondoso aos olhos dos homens, ou degenera para a mais abjeta hipocrisia, ou, no caso de existirem boas intenções, apenas consegue se frustrar com a insensibilidade alheia.

Nós devemos seguir em nossa caminhada espiritual como uma criança, que não tem a pretensão de ser grande ou pequena, mas apenas quer ser o que é. Somente assim poderemos evitar sofrimentos e desilusões.

Não devemos culpar o mundo pelas nossas decepções, nem atribuir a ele a nossa amargura. Porque não é o mundo a causa do desânimo de uma pessoa, mas sim a atitude que ela própria tem perante o mundo.

Ser como uma criança é compreender que as virtudes não são artigos numa vitrine. São conquistas espirituais que se manifestam a cada nova oportunidade de fazer o bem, sem premeditação ou interesse.

Emerson Aguiar

Mestrando em Filosofia



endereço e imagem: internet




*******



SELO: BLOG INSTIGANTE


Ganhei esse selinho da amiga Maria José do blog (http://arcadoconhecimento.blogspot.com/).

Esse selo representa os blogs que além da assiduidade das postagens e do esmero com que são feitos, provoca-nos a necessidade de refletir, questionar, aprender e sobretudo que instigam almas e mentes à procura de conhecimento e sabedoria.

Presenteio os seguintes amigos:

- Espírito Azul
- Felipe
- Sara
- Viveka

23 comentários:

Maria José disse...

Estou lhe oferecendo o selo Declaração de Afeto, por ser meu amigo, juntamente com a minha declaração de amizade.

Jorge disse...

Maria José,
Para mim é uma honra ser considerado seu Amigo. Creio que criar este blog valeu a pena. Te conhecer, então....uma benção.

Obrigado, sempre!!!

Jorge

Espírito Azul disse...

Jorge, meu amigo!! Muito obrigado mesmo pelo selo. Não tenho dado ao blog a dedicação que deveria; não sei se sou merecedora deste selo! Vou levar com muito carinho, prometendo me empenhar muito mais e trazer reflexões enriquecedora como a sua Evitar Decepções. Sempre farei uma visita a ti, sempre serei sua amiga por toda eternidade! Abraço!

Julimar Murat disse...

Oi meu amigo Jorge

quando falamos em decepções me vem a mente uma frase de Paulo Coelho:

É preciso buscar o amor onde estiver, mesmo que isso signifique horas, dias, semanas de decepção e tristeza. Porque ao momento em que partimos em busca do amor, ele também parte ao nosso encontro.

grande ensinamento!
Beijos


Julimar

ஜSaraஜ disse...

Oi Jorge!
Amei os selos,cada selo que eu recebo faz com que a minha alegria com o Saracotear se renove...
Muito Obrigada!!!
Bjs.

Norma Villares disse...

Que beleza!
Linda flores de Chuan Tse, meus parabéns pela partilha. Fiquei feliz em vir visitar seu blog e receber um post chinês.

Na vida temos muits decepções, elas nos ajuda a amadurecer.
Segue rosas perfumar a sua vida. Bom, né!
Irradiações de luz para seu dia.
Abraços estrelados

Patricia Cristina disse...

Parabéns pela escolha do lindo texto e tb pelo selo ganho!
Um dia iluminado e abençoado prá ti.
Abraços fraternos.

Anônimo disse...

Qdo somos Amigos***Somos por tda a eternidade!! Vc pode se decepcionar...mas é nos tropeços que amadurecemos!! Paramos para refletir sobre algumas atitudes!! Não nos decepcionamos com o nosso Amigo...mas conosco mesmos!!! Porque,o nosso objetivo era fazer o melhor para que ele sentisse orgulho de nós!!! Qdo,paramos para refletir...vem a iluminação: Tdos nós seres mortais em algum momento da Vida iremos ser imperfeitos!! Mas é Tentando Tdos os Dias!!! Dar o melhor de si a nós e ao nosso Próximo!! Que iremos encontrar a Paz interior!! Pode ser em pqnas ações...Não importa!! O que realmente importa é que vc tentou!! Quem é seu Amigo de Verdade!! Ama vc do jeito que vc é!!! Um abço!!

Ely disse...

Lindo texto!
Humildade, é a base de tudo!
Um bom final de semana!
bjs

Julimar Murat disse...

Jorge

tem um selo pra voce no meu blog. Não sei se já o recebeu, mas quero que saiba do meu carinho e do meu agradecimento pela oportunidade que nos dá através de seus posts de me levar a refletir a vida de uma forma mais leve e mais sensível

um grande beijo

Julimar

Jorge disse...

Espírito Azul,
Você ja´coloca o teu coração pois quando vou te visitar, me sinto sempre bem. Questão de vibração.

Beijo,
Jorge

Jorge disse...

Juli,
já estava escrito nas estrelas nos encontraríamos.
Faz parte do roteiro divino os nosso encontro juntamente com outros divinos amigos. O blog não deixa de ser uma forte ligação, porque nas mensagens está um pouco de nós a impregnar quem o lê.
Darei um pulo até teu blog, tá bom?

Um beijo,
Jorge

Jorge disse...

Sara
que bom que gostou. Eu gostei demais de te oferecer os selos.

Beijo,
Jorge

Jorge disse...

Norma
Adoro rosas. São as minhas flores prediletas!

Para você também, uma rosa com todo perfume especial para perfumar mais a tua vida

Beijo,
Jorge

Jorge disse...

Patricia,
Obrigado por aparecer aqui.
Valeu!!!

Beijo,
Jorge

Jorge disse...

Amigo Anônimo,
Você tem razão quando diz que tropeçando é que aprendemos. Gostei do que disse em especial decepcionar um amigo é decepcionar a nós mesmos.
Estamos aqui na Terra para aprender e apreender os ensinos. A riqueza está em compreendermos isso e seguir confiante.
Sejamos nós mesmos e não mostrar ao mundo o que não somos. às vezes, acabamos em acreditar que nós somos essa pessoa que não somos.

Meu amigo, um abraço, de coração
Jorge

Jorge disse...

Ely,

A humildade é um dos nossos objetivos.
Buscá-lo incessantemente é alcançar o objetivo amanhã.

Obrigado pela sua visita. Volte sempre!!!
Beijo,
Jorge

Maria José disse...

Jorge. No texto "Evitar decepções" o que mais me chama a atenção é a forma como devemos agir. Com caridade, sem esperar júbilos e aplausos. Doar-se de coração, na simplicidade, no anonimato. Sem recompensas. Este é o verdadeiro amor. Beijos, amigo e parabéns pelos seus belos textos.

Viveka disse...

Que linda lição de sabedoria, gostei muito de ler.
É uma rica homenagem aos mestres chinesas.
Fiquei muito feliz de vir aqui.
Namasté

Jorge disse...

Maria José!

Sempre uma alegria te "ver".
Fazer o bem sem ver a quem, não é mesmo?
Minha amiga,
um beijo em teu amado coração,
Jorge

Jorge disse...

Viveka, olá!!!

A China está repleta de sabedoria.
Uma cultura espiritual maravilhosa.

Obrigado pelos elogios. É sempre um incentivo para fazer sempre o melhor.

Namasté

Adelia Ester Maame Zimeo disse...

"Ser apenas o que se é"... eis a chave mestra da Vida. Tão simples como a Natureza da Criança e tão complicado para a cabeça confusa e mente rígida do adulto. Neste sentido, o regatar da criança interna nos transporta às nossas origens. Beijinhos.

Jorge disse...

Lia,

concordo com você.

Beijo e um fim de semana de luz prá você!
Jorge

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails