domingo, 18 de setembro de 2011

A BUSCA DO TÓ


O carro do Tó pifou enquanto ele passava por um lindo mosteiro.

O Tó bateu à porta do mosteiro.

Um monge atendeu-o, o Tó contou o que se tinha passado com o carro, e o

monge convida-o para passar a noite.

Os monges ofereceram-lhe um ótimo jantar e depois encaminharam-no para

um pequeno quarto, onde ele iria dormir.

O Tó agradeceu e dormiu serenamente até ser acordado por um estranho mas

bonito som.

Na manhã seguinte, enquanto os monges lhe reparavam o carro, o Tó

perguntou que som era aquele que o tinha acordado.

- Lamentamos", disse o monge.

"Não lhe podemos dizer o porquê do som.

Você não é monge."

O Tó ficou desapontado, agradeceu aos monges e foi embora bastante curioso.

Alguns anos mais tarde, o tó passava novamente em frente ao mosteiro.

Parou e foi pedir aos monges se podia passar ali a noite, já que tinha

sido tão bem tratado da última vez que lá estivera.

Os monges concordaram e ele lá ficou.

De madrugada, ele ouve de novo o tal som estranho e lindo.

Na manhã seguinte, pediu aos monges para lhe explicarem o som.

Mas os monges deram-lhe a mesma resposta.

- "Lamentamos. Não lhe podemos falar acerca do som. Você não é monge"

Então a curiosidade transformou-se em obsessão.

Ele decidiu desistir de tudo e tornar-se monge, porque era a única

maneira de desvendar aquele mistério.

Então ele informa os monges da sua decisão e começou a longa e difícil

tarefa de se tornar monge.

17 anos depois, Tó era finalmente um verdadeiro membro da ordem.

Quando a celebração acabou, ele rapidamente dirigiu-se ao líder da

ordem, e perguntou pelo som.

Silenciosamente, o velho monge conduz o Tó a uma enorme porta de madeira.

Abriu a porta com uma chave de ouro; essa porta conduziu a uma 2ª porta,

esta de prata; depois uma 3ª de ouro; e depois a 4ª, de brilhantes; a 5ª

de pérolas; a 6ª de diamantes; a 7ª de safiras; a 8ª de esmeraldas; a 9ª

de rubis; a 10ª, novamente de ouro;a 11ª, novamente de prata; Até que

chegou à 12ª porta, esta de madeira normal.

A cara do Tó encheu-se de lágrimas de alegria assim que viu a origem de

tal lindo e misterioso som que ele ouvira tantas vezes...

Nunca tinha sentido uma coisa assim...

Era uma sensação indiscritivel...

Durante toda a vida dele tinha esperado por aquele momento.


Mas não posso dizer o que era.


VOCÊ TAMBÉM NÃO É MONGE !!!...



Olha a boca !!!....


Reclama não!!!




texto - internet

imagem - portao10.com

11 comentários:

MARIANGELA BARRETO disse...

Joooorrrggggeeee!!!

quero ser monge também... preciso entender este místerio....rsrsrsrsr
acompanhando o texto com atenção viajamos na expectativa do Tó,por um momentos somos ele,aí vem o desfecho,o monge transcende sua busca,enquanto nós, bem, temos uma saida: trilharmos o mesmo caminho do Tó..

maravilhosa postagem,adorei!

beijo no coração
Mariangela

Vida*** disse...

Desvendar mistérios!!Ter a permissão de aprender e chegar.Que maravilha poder um dia compartilhar tal descoberta.Seguindo as pegadas de nosso mestre mesmo que devagar teremos a possibilidade de chegar mais próximo do que o Tò descobriu. Amei essa mensagem!Sou curiosa e detalhista.Um bom aprendizado. rsrs.Abços de Paz e Luz.

ELIANA-Coisas Boas da Vida disse...

JOOOOOOOOOOOOOOOOOORGEEEEEEEEEEEE
KARACA QUE RAIVA!!!!!KKKKKKKKKKKKKK
A NEM!!!

Estrela disse...

Rsrsrsrsrs.
Tô rindo até agora, Jorge!
Por incrível que pareça, não estou
tãaaaaooo curiosa... Se bem que, depois de abrir tantas portas pra nós que não somos monges, você poderia nos dizer o que tem lá hein,hein?
Beijão!

MisteriosaMente A.A.A. disse...

Oh amigo Jorge !!! rsrsrsrs

Nós seres imperfeitos somos assim como o Tó, demasiado curiosos! Mas pelo final e a emoção sentida pelo Tó poderemos tirar a conclusão que vale a pena persistir.

Beijinho de amizade.

A.A.A.

Jeanne Geyer disse...

primeiro pensei: sacanagem!, depois pensei melhor ainda, tem uma mensagem de busca, aperfeiçoamento espiritual e encontro nesta história tão interessante,rsrs
Beijos :)

Carmem L Vilanova disse...

Mas que porcaria!!! E agora??? Vou ficar aqui na curiosidade é??? Tá bom! Tá bom!!! Já me inscrevi para me tornar monge, ou monga... hahahahahaha...
Meu amigo anjo... isso é coisa que não se faz!!! Maldade! Muita maldade! hahahahahaha...
Beijos, flores e muitos sorrisos!

Regina Rozenbaum disse...

kkkkkkk Freud dizia que "A sede de conhecimento parece ser inseparável da curiosidade sexual."
Já Einstein que "A curiosidade é mais importante do que o conhecimento."
Fico com o monge.... e mortinha da Silva de curiosidade!rsrs
Beijuuss, amado n.a.

Roberta Maia disse...

kkkkkkkkkkkkkk...sou super curiosa!!!

Beijinhos Amigo!!!
Paz e Luz!!!

Bloguinho da Zizi disse...

kkkkkkkkkkkkkk
Jorge
Teu bom humor é contagiante.
Muito boa a sua pegadinha.
Retornando à vida.
Beijinhos

Maria José Rezende disse...

Jorge, meu amigo. Ainda estou rindo. Que leitura gostosa!!! Beijos.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails