sexta-feira, 13 de agosto de 2010

MUDANÇA INTERIOR


Se eu não me respeito, abro portas em mim,
deixo entrar quem quiser, deixo que façam o que quiserem,
e nessa permissão, recebo críticas que destroem,
perco tempo com quem não interessa,
sofro por aceitar opiniões,
me perco em desilusões...

Se eu não me valorizo, fecho portas para mim,
o emprego fica pior, o desemprego ronda o meu dia,
a esperança vira utopia, os sonhos morrem.
Não acredito nem em mim, nem em ninguém,
é uma vida cinza, cheia de inveja, medo e sem sabor,
experimento o amargo do fel e do desamor.

Se eu não tenho mais fé em ninguém, me esvazio,
tento vencer com a força do braço, perco a sutileza,
deixo de insistir na primeira derrota,
perco batalha e perco a guerra,
o desânimo vive em mim.
Sem a fé vagueio pela Terra,
sem rumo e sem fim.

Se eu não me amo, entristeço-me,
não vejo as rosas, só os seus espinhos.
Na boca um gosto ruim de contradição,
vontade de brigar com o mundo, falta de humor.
As pessoas se distanciam, se afastam com razão,
sem amor somos frios, perdemos até a noção,
somos frutos verdes, que o vento lança ao chão,
pobre de quem nunca amou, de quem secou o coração,
é como zumbi sem rumo, é viajante sem direção.

Respeito, valorização, admiração, fé e amor,
tudo começa em você,
se você quer ter, precisa oferecer,
e só se pode oferecer aquilo que se tem.
Comece a mudança, comece em você!

Eu acredito em você


Paulo Roberto Gaefke


texto - internet

imagem - jeankeller.blogspot.com

15 comentários:

ELIANA-Coisas Boas da Vida disse...

OI JORGE VIM DESEJAR UM SABADO LINDO DE PAZ E LUZ!

ValériaC disse...

Querido Jorge, maravilhoso este texto...um grande lembrete de que é preciso deixar o Amor fluir em nós...em nossa vida...e desta forma, fluir através de nós para as pessoas nos cercam e para tudo e todos no mundo...
Doce sábado....beijos...
Valéria

Valdeir Almeida disse...

Texto muito adequado para a atualidade. Quem não se valoriza permite que vários males emocionais se instale.

Abraços, Jorge.

Patrícia Melo disse...

Importante é o autoconhecimento e não cair nas armadilhas da mente, um abraço Jorge.

Kelly disse...

"Se eu não tenho mais fé em ninguém, me esvazio,"
fé é a palavra chave! bjs

Marcia disse...

Excelente texto Jorge! Precisamos mesmo do auto amor, da auto estima, pois tudo, tudo, comeca em nós. Nos aceitecemos como somos, sem comparacoes, sem exigências exdrúxulas que as vezes nos impomos, mesmo sabendo os nossos limites. Assim, com essa tranquilidade que somos seres em construcao poderemos amar mais.
Muita luz e paz em seu fim de semana.
Bjs

REGINA GOULART SANTOS disse...

Meu amigo do infinito... saudades!
Belíssimo texto, como sempre.
Entendo que "CADA UM SÓ PODE DAR O QUE TEM", e se não tiver nada, como oferecer o que ainda não possui?
Tudo é questão de autoconhecimento, valorização de si mesmo, e quanto ao amor, primeiro se faz necessário adequá-lo ao alcance do amor próprio, e só depois, ao próximo.
Doar amor e receber amor, não é uma tarefa à princípio tão simples, mas, pouco a pouco, a medida que tomamos conhecimento de nós mesmos, de todo nosso íntimo, nossa capacidade de amar sob todas as formas, se amplia, e só terá valor, se fôr compartilhada de forma incondicional.

Meu anjo, tenha um final de semana de muita paz, harmonia, e sobretudo amor.

Beijos de luz

Regina Goulart

Jorge disse...

Eliana,

uma semana de luz!!!

Com Carinho!!!

Jorge disse...

Valeria,

semear amor é plantar em nós e cultivar nas pessoas.

Anjo, beijo, de coração!!!

Jorge disse...

Valdeir,
concordo. Não extravasar sentimentos é lesar a si mesmo.

Um grande abraço!!!

Jorge disse...

Patricia,
sem nos conhecermos, como vamos conhecer as pessoas, não é mesmo?

Beijo, minha amiga!!!

Jorge disse...

Kelly

se eu não tiver a fé em mim, não saberei confiar nas pessoas.

Um doce beijo, Anjo!!!

Jorge disse...

Marcia,

creio ser isso mesmo.

Amiga do coração,
Beijo!!!

Jorge disse...

Regina,

que saudade, Amiga Luz!!!

Fico feliz te "ler".

Beijo, com muito carinho!!!

Vera disse...

Se amar é saber dosar nossa capacidade de receber valores emocionais dos outros e também nossa capacidade da doação desses valores. Que podem ser entre tantas coisas a nossa atenção e nosso tempo.

Um Abraço

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails